Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Hoje não terá luar na minha janela...

                     

 
         Porque ficas me olhando aí de soslaio?
                          Não quero brincar hoje... Nem sonhar...
         Vá conversar com os poetas... Não sou poeta
                          E hoje também não estou poeta...
                                                          Sou só... Sombra nesse dia
        Jogue seus clarões sobre os enamorados... Eles a chamam
        Pedem por seu admirar... Por suas benções
        Busque a alegria daqueles que querem dar-te versos
                  De amor... Ou até de saudades... Ou de esperanças...
                                                                                Sei lá...
                Mas não me chame... Que hoje não estou... Nem sou.

         Vá para praia... Jogue-se ao mar... Encante as Iaras.
                                        Dê a elas seu espelho de luz prateada...
         E admire o belo mais profundo
                                  Vá para os campos iluminar os milharais...
         Mas não me chame...
                                                     Hoje vim me olhar nos olhos...
                                                     E se tiver que fugir...
                                                    Quero estar só...
 

Maria Cecilia Hequidorne
Enviado por Maria Cecilia Hequidorne em 14/04/2009
Código do texto: T1538016
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre a autora
Maria Cecilia Hequidorne
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1337 textos (28182 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/01/20 20:52)
Maria Cecilia Hequidorne