Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Ninguém

(Plágio a Gil Vicente?

Filomena ficou doente.
Foi pro hospital e avisou ninguém.
Fez o tratamento. Ficou três dias no hospital e ninguém ligou.
Ninguém notou. Ninguém foi visitá-la.
Voltou pra casa e ninguém deixou recado.
Então, tomou veneno e morreu.

Ninguém notou.
Ninguém percebeu.
Ninguém foi ao enterro.
Ninguém sentiu sua falta.
Ninguém levou flores.
Ninguém notou sua ausência.
Ninguém lhe deu importância.

Pobre Filomena.
Era ninguém.
Fátima Batista
Enviado por Fátima Batista em 27/05/2006
Reeditado em 01/12/2007
Código do texto: T164273
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fátima Batista
Santo André - São Paulo - Brasil, 55 anos
1435 textos (74516 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/07/18 02:14)
Fátima Batista