Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Anjos são perfumados?


Era-me peculiar aquela sensação de cheiros invadindo as narinas; despertava minha memória olfativa. Algumas vezes levava-me a lugares, outras à pessoas queridas; cenas e cenários que bem guardados desfilavam tão vivos quanto no dia em que aconteceram.
Eu disse era? Não. Ainda o é.
Não é coisa que se estimule, num átimo e o desenrolar de uma lembrança toma-me de assalto, enche-me de saudades.
Nunca soube explicar porque algumas lembranças tinham cheiros, percepção de presença tão táctil.
Retinha comigo essa informação com medo de partilhar e me sentir uma tola, porque as vezes o perfume não era de ninguém, nem ele perfumava o ar naquele dia, mas  é estranhamente tão forte quando esbarra em minhas recordações que chegam a incomodar.
Não saberia comparar a nenhum perfume conhecido, algumas lembranças, ou mesmo sensações de momentos especiais, pois que são aromas delicados e deliciosamente embriagadores.
De repetido somente um que lembra-me defuntos, não sei o porque, mas quando a tristeza é muito intensa, eu sei que esse é o único que volta.
Disse-me a Odete que são perfumes de anjos. Aqueles que não há similares por onde ando, eu acredito, mas quem explicaria o de defuntos?
Anjos mórbidos? Talvez...
Angélica Teresa Almstadter
Enviado por Angélica Teresa Almstadter em 20/10/2009
Código do texto: T1877706
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Angélica Teresa Almstadter
Campinas - São Paulo - Brasil, 64 anos
1067 textos (59610 leituras)
25 áudios (3289 audições)
1 e-livros (248 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/09/19 06:54)
Angélica Teresa Almstadter