Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Caminhos

Por vezes estive a pensar
Em tudo que a vida nos dá
E em tudo que ela toma de volta

Por vezes me vi sem saída
Por vezes me vi tão perdida
Com os tropeços pelos meus caminhos

Então, meio cedo meio tarde
Percebi
Que tropeçava nos próprios pés
Que via o que queria ver
Que amava por engano
Que me enganava por amor
E que ainda sinto dor
Por todo amor amado

Nestes caminhos tropeços
A vida não traça limites
Eu me dou os meus limites
E outras tantas vezes
Piso fora da estrada
Em busca de outras paradas
Em busca de outros sonhos

Por vezes estive a traçar caminhos
Tão fora de minhas rotas
Tão distantes dos meus passos
Perdendo-me no compasso
Achando-me em outros ninhos
Que não me faziam sentido

Por vezes eu quis caminhar
Por vezes eu fui buscar
O amor, impossível amor
Lá fora, no paraíso

Hoje, passos solitários
Estradas de areias coloridas
Curando minhas feridas
Tentando acertar o passo
E em terra firme pisar

Um passo de cada vez
Um dia após o outro
Sabendo lá na frente o horizonte
Uma luz, quem sabe, novamente a brilhar.


Fátima Batista
Enviado por Fátima Batista em 16/07/2006
Reeditado em 01/12/2007
Código do texto: T195580
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fátima Batista
Santo André - São Paulo - Brasil, 55 anos
1435 textos (74510 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/07/18 13:51)
Fátima Batista

Site do Escritor