Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Roubei uma Nuvem!

Alguém disse que era ridículo
Tirar foto das nuvens
O que dizer então
Do ridículo de roubar uma foto das mesmas nuvens?

Roubei a nuvem
Roubei a rosa
Montei um prosa
Pra te alegrar

Talvez não te lembres
Nem da nuvem nem da rosa
Olha pro teu passado
Que as marcas por lá ficaram

Roubei a rosa
E montei na nuvem
Presente para ti
Porque lá me vou para o mundo

Em cada partícula de água
Que tem na tua nuvem
Em cada pétala da tua rosa
Encontras um pouco dos meus sonhos

Rosa que te quero rosa
Nuvem que te quero branca
No ridículo do azul do céu
Tem um tanto de nossas histórias
Fátima Batista
Enviado por Fátima Batista em 17/07/2006
Reeditado em 01/12/2007
Código do texto: T195725
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fátima Batista
Santo André - São Paulo - Brasil, 55 anos
1435 textos (74355 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/05/18 01:30)
Fátima Batista

Site do Escritor