Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

" Fases de Vida e Amor "
Evaldo da Veiga


Às vezes me sinto só e um tanto triste.
Mas a culpa é minha, problema de sintonia.
Desde menino, às vezes, tenho uma
visão distante do mundo em que vivo.
E uma mania cristalizada de viver em outro paradeiro.

Quase sempre consigo manter uma ponte que
atravesso pra lá e pra cá;
mas a ponte não é só minha, ela obedece muito mais
à vida, que quase sempre está do lado de lá.

Queria do meu lado os pássaros, as flores e os bichinhos,
mas não me incomodo se eles estejam dos dois lados...
Mesmo que quando do lado de lá, eu sinta
um tanto de saudade, mas a alegria de saber
que um pouquinho mais estarei junto é uma graça.

Ah! Como me satisfaz esperar sabendo certo
da vinda que traz meus pássaros e meus outros valores...
Minha saudade se movimenta em alegrias mil!
Digo a mim mesmo: que bom esse equilibrio de vida...

Vida que tira e que dá.
Vida que perdoa ou suspende a punição.
Vida que mesmo doendo, oferece como graça,
a expectativa de cura, de alegria,
em outro momento...


N - Imagem, Tela do Salvador Dali

evaldodaveiga@yahoo.com.br


Evaldo da Veiga
Enviado por Evaldo da Veiga em 20/07/2006
Reeditado em 03/01/2007
Código do texto: T197945


Comentários

Sobre o autor
Evaldo da Veiga
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 78 anos
952 textos (317382 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/02/21 22:25)
Evaldo da Veiga