Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Faróis na Escuridão

... Despertei naqueles olhos verdes que fitavam-me profundamente.
Aquele olhar que cintilava um verde translúcido era a resposta a todos os questionamentos. Se havia ainda qualquer resquício de dúvida, aquele olhar que me expunha a alma determinava que tudo seria como sempre foi, bastando apenas silenciar e aceitar. Aceitar, cuidar, cultivar, amar.
Aquele par de turmalinas, raros, caros, pacientes, piedosos, não sei se louca ou  sensatamente apaixonados sempre devolvem-me à realidade, alvitram-me que o chão, apesar de sufocar-me é muito mais seguro.
Então, aprendo a respirar na superfície e desato os balões para que se soltem e tomem suas direções, sempre tomando o cuidado para enrolar nas pontas dos dedos as pontinhas das amarras, para que me retornem no momento em que eu julgar necessário.
Na segurança guiada pelos verdes e resplandecentes faróis guardo as pétalas que vão caindo, sutilmente enlaço os balões e apago a luz.
Catia Schneider
Enviado por Catia Schneider em 20/10/2010
Reeditado em 14/04/2016
Código do texto: T2567584
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Catia Schneider
Joinville - Santa Catarina - Brasil, 42 anos
146 textos (36155 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 01/03/21 08:22)
Catia Schneider