Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


              Simples!   ( nº 1 )

O simples tem pressa, contracena em seu clã...
De principios e fins...Atravessa!
Enche os olhos aqui e acolá
Poucos... Alguns poucos
Fazem dele o exorcista dos seus egos
Reza o tempo, sobre a esdrúxula vaidade
Sem recriminar...Ele sobrevive a olhares de soslaios
Versados em monotonia...In Office
De vãs filosofice...
Eles não o lêem, porque seus olhos vêem metade!
Mas, para o simples...Um suspiro? Seu recado!
Simples é... tornar-se o ícone dos poetas loucos
Perpetuar-se na simplicidade, em vôos cegos.
Caçando olhares vagabundos...Como por acaso
Naquela tarde de maricás abotoados...
Esgravatando um final de Fevereiro!
Simplesmente calado...Assistindo
Um olhar endoidecendo traços...Pressentindo
Em ondas maviosas de sensações e cheiros
O exaltado e brejeiro Março em botão
A programar-se...Divinamente simples
Seta, atingindo moucos! Os  loucos... 
Os poetas... Semeadores de estação!
                        ******

              12/02/2011

                     

IZA SOSNOWSKI
Enviado por IZA SOSNOWSKI em 12/02/2011
Reeditado em 13/02/2011
Código do texto: T2788589

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
IZA SOSNOWSKI
Minas do Leão - Rio Grande do Sul - Brasil
516 textos (20256 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/05/21 08:38)
IZA SOSNOWSKI