Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Bagagem...


Euna Britto de Oliveira



Os dons escondidos, só aos poucos revelados...
Os dons revelados, só a poucos concedidos...

Quando viajo, parece que não quero acabar de chegar.
A mala fica toda vida... –  sem acabar de desarrumar...
Haja vista a da última viagem.
Aos poucos, fui retirando e guardando as roupas...
Até que enfim, não há mais roupas na mala!
Dentro dela, ainda estão:
Três lenços estampados com palavras francesas e motivos parisienses,
Um sininho de metal, com a torre Eiffel,
Um sachê de Montpellier, lembrança de Aurélie,
Feito por ela mesma, em tecido de Provence,
Com alfazema colhida no seu jardim, muito cheiroso!...
Um conjunto de pequenas toalhas brancas,
Com o arco do Triunfo, Torre Eiffel e Sacré-Coeur
Bordados em azul-real,
Comprados numa lojinha de artigos para turistas, à  Rue de Rivoli, Onde Adriane, mineira de BH, que mora na Holanda,
Bateu o maior papo com o gerente da loja,
Que acabou aprendendo a falar Português por causa do contato com os inúmeros turistas  brasileiros, assíduos compradores!...
A caixa vazia do relógio infantil, Swatch, que eu trouxe para o Bernardo, adquirido em loja do Shopping dentro do Louvre...
Papéis da Capela das  Aparições de  Nossa Senhora das Graças a Santa Catarina de Labouré,
À Rue du Bac - 140, no Quartier Saint-Germain-de-Prés, em Paris
(Quem tiver fé, e puder, deve ir lá, à Chapelle de la Médaille Miraculeuse!...);
Duas lembrancinhas do casamento de Pierre-Yves e Ariane,
Sal da Camarga, em cuidadosa embalagem...

São todos doces, os “souvenirs” da França!

Há mais umas poucas coisas locais, que vou guardando nessa mala:
Uma pequena bíblia infantil, que devo dar a uma criança,
Embalagens de feltro vermelho, de Natal...
E, por enquanto, pronto!
“C´est tout!”
Cinza e rosa, como uma cotovia,
A própria mala é uma boa lembrança!
Comprei-a numa loja de árabes, à  Rue Faubourg du Temple,
A preço inacreditável, de tão bom!
As coisas andam caras, entre nós!
O perfume com que presenteei alguém,
De uma das lojas Marionnaud,
Soube que já acabou...

À Europa, já fui umas vezes.
Aos Estados Unidos, nunca!
Necessito do "Visto".
Enagano...
Preciso mesmo é da permissão de Deus!...

Minha mala fica ali!
Não sei se vai, e nem para onde vai viajar...
Na verdade, se houver viagem a fazer,
Nem sei se levo a mala cinza e rosa ou a vermelha,
“Toutes les deux de la même grandeur!”
Apenas uma deve ir.
Bagagem grande, a não ser a das boas obras, atrapalha!...
Lembrei de um amigo que, por qualquer motivo,
Diz que seu sangue talha!...
Euna Britto de Oliveira
Enviado por Euna Britto de Oliveira em 31/05/2011
Código do texto: T3006277
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Euna Britto de Oliveira
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
995 textos (37721 leituras)
6 áudios (365 audições)
12 e-livros (693 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/10/19 03:48)
Euna Britto de Oliveira