Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VILÕES DA INFLAÇÃO OU DA CORRUPÇÃO


Os vilões da inflação estão na jogada
Energia elétrica, tomate e o pão
Farinha, arroz e o feijão.
Dizem que não é época da florada

Mas mesmo assim a presidenta
Foi para  cadeia de televisão,
Afirmou a baixa dos preços
E o controle da inflação.

Agora o  PT ESTÁ PREOCUPADO COM Dilma
Está caindo   a sua avaliação
Deve ser de tanta discussão vazia
Entre palavras de rascunho macio.

Exemplo quase não se tem
Tudo é banal e fuleiro
Veja Jaques Wagner, está tão sujo
Como pau do galinheiro.

Medidas que afetam eleitores
Não saem mais após o carnaval
Vamos aguardar o próximo pleito eleitoral
Com a volta do pão e o circo lá no arraial.

Estamos na era abusiva
Cada semana, novo fato de corrupção
Até chantagem entre a força do poder
Só saio se Genuíno e José  Dirceu ceder

Vivemos num vale quanto pesa
Nossa história está sendo  rasgada
Criam-se novo partido e legenda
Com intuição desta salvar a Pátria amada.

Pulam-se como pipoca...
Os protagonistas são os mesmos
Acredita quem quiser...
Precisamos mesmo é nos benzer.

São tantas forças montadas
Vantagem pessoal e patrimonial
Tráfico de influência, uso de carro oficial
Estelionato e assédio moral.

Lembra-se da ex-secretária
Intima do ex-presidente Lula
Amiga de José Dirceu?
O caso agora foi que fedeu.

Vinha sendo mantido em segredo
Para não arranhar o poder institucional
Rose da Fronha era uma madona
Aproveitou da intimidade como uma soberana.

Taxada de estelionatário,
Arranjou um diploma para o marido
E não foi o mais popular
Consegue com êxito falsificar.

Não bastando isso, apelou por mais uma brincadeira,
Para si própria outro falsificou,
De 2º grau se o  ursupou
Aumentar a regalia, que alguém lhe confiou.

Aposento e quarto vermelho usou
Abrindo espaço afinal
Ofereceu pista, e a sua casa,
Foi visitada pela Policia Federal.

Depósitos em altos valores foram encontrados,
Um belo apartamento por ela foi comprado,
Num preço de 482.000 Reais
Sem ter avalistas ou outros responsais.

Apreendeu também,
20.400 dólares,
1.500 euros, e,
Mais de 33.000 reais.

Conforme acontece com todos,
Quando a torneira e fechada,
Revide em grande ameaça, até ver o que vai dar,
Nesse banco cômico da praça.

E tudo começa outra vez...
A historinha do tomate, da energia e da farinha
E do pequeno pão francês.
Alci Santos Vivas Amado e Revista Veja
Enviado por Alci Santos Vivas Amado em 23/04/2013
Código do texto: T4255081
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.

Comentários

Sobre o autor
Alci Santos Vivas Amado
Mimoso do Sul - Espírito Santo - Brasil, 74 anos
238 textos (34848 leituras)
2 e-livros (139 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/01/20 13:12)
Alci Santos Vivas Amado