Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

= E dizia... =

O bom e simpático velhinho
Que um cigarrinho de palha
Sempre estava a pitar
E com todos adorava prosear:
- Pois olhe dona moça e seu moço
Na dura lida da minha vida
Pouco tempo tive pra estudar
Pois muito cedo precisei trabalhar
A minha família era muito pobre
E todos precisavam ajudar
Sou de pouca leitura e ciência
Disso tenho consciência
Meu nome mal sei assinar
A maior parte do que sei
Aprendi em observar e apanhar
Minha escola foi a vida e minha mestra
Na maioria das vezes foi
A velha e boa sabedoria popular
Não sou padre nem professor
Mas vendo gente perdida, sofrendo
Não tem jeito, é o meu jeito
Eu não me furto, me meto a aconselhar
Perdoe minha intromissão
Se algo errado ou impróprio eu falar
Mas algo que muito bem eu aprendi
No sobe e desce, nos apertos tantos
No vai e vem das noites e dias
Que sempre foram de árduas lutas
Muita labuta e poucas alegrias
É que quando estamos no fundo do poço
O melhor, em princípio a se fazer
É parar de cavoucar

= Roberto Coradini {bp} =
14//08//2014
BETO bp
Enviado por BETO bp em 14/08/2014
Reeditado em 14/08/2014
Código do texto: T4921918
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
BETO bp
Jundiaí - São Paulo - Brasil
3527 textos (216835 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/09/21 22:29)
BETO bp