Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

= Torpedo =

Recebe mensagem:

"Escreva-me por favor, uma carta de amor.
Linda, igual aquelas tantas que você escrevia.
E que eu aguardava ansiosa, torcendo pelo chamado do carteiro.
Cartas que guardo até hoje.
Mal chegava uma e eu já pensava na próxima.
Tenho tanta saudade daquela sua letra caprichada, desenhada.
Coloque junto uma poesia e antes de fechar o envelope.
Sopre beijos, como você dizia que fazia, feche, sele e poste no correio.
Tomara venha também, um pouco pelo menos, do seu antigo romantismo.
Prometo farei o mesmo.
Estranho né, eu estar te pedindo e te prometendo isso...
Mas é que nesse instante deu uma baita saudade de nós dois.
Do que um dia fomos, unos...
Hoje morando juntos, tem dias, pouco ou nada conversamos.
Dias sem um toque, um carinho, um beijo... Dois estranhos.
Bateu forte a saudade, amor...
Daqueles tempo onde distantes, estávamos juntos
Hoje juntos, infelizmente tão distantes...
Mesmo sabendo a resposta, pergunto... O que aconteceu?
Descuidamos.  Do nosso amor-jardim não cuidamos...
Mas eu tenho fé amor, acredito. Diz pra mim que também acredita...
Escreve pra mim, escreve?
Eu te amo! Infinitos Beijosss!"

* Legenda:
Apenas inspiração poética.
Nada a ver com vida pessoal ou real

= Roberto Coradini { bp } =
25//06//2015
BETO bp
Enviado por BETO bp em 25/06/2015
Reeditado em 25/06/2015
Código do texto: T5289174
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
BETO bp
Jundiaí - São Paulo - Brasil
3527 textos (216835 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/09/21 21:53)
BETO bp