Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Monotonia

Faz tempo que nada de interessante acontece em minha vida.
Está tudo um marasmo só. A inquietude reclama seu espaço, - e com muita razão, diga-se de passagem.
Mas cheguei em uma fase da vida que tudo se tornou sem graça, tudo se mostra corriqueiro demais. Comum demais. Não percebo mais a novidade nas coisas. E isso incomoda muito. Estou me tornando um ser apático, apagado. Meu riso sem graça, meu olhar sério, sisudo demais têm matado a largos passos o jeito moleque, meu ar irreverente, e por que não admitir, meu lado irresponsável, inconsequente. Meus dias agora seguem uma regrinha básica e chata de todo dia. Sempre a mesma coisa, na mesma hora, na mesma ordem. Por vezes, no mesmo lugar. Já não me reconheço mais. Em que lugar da vida, em que momento dos meus dias me esqueci de mim?
Saudade de voltar a viver. De me ver. De reviver.
O que alivia um pouco é ao menos saber dessa minha condição. De repente ainda nao é tarde. Hora de buscar reação enquanto a consciência insiste em me lembrar de minha essência, do que fui e ainda há em mim.
Nil de Sousa
Enviado por Nil de Sousa em 29/07/2017
Código do texto: T6068004
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre a autora
Nil de Sousa
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 49 anos
79 textos (2425 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/01/20 06:50)
Nil de Sousa