Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
GOSTOSÍSSIMA



Vejo-a no supermercado, tenho ímpeto...
Que vontade incontrolável de chupá-la!
Saudade daquele arvoredo frutífero...
Poxa! Como era gostoso abocanhá-la!

Ah, que tempos bons: era tudo de graça!
Lembranças das trepadas naquelas árvores,
Minhas mãos a envolviam, eu a traçava...
Com prazer e lentidão. É, nada rápido.

Já estava experiente em desnudá-la.
Sim, prazerosamente os meus lábios ávidos,
Acompanhavam minha língua a sugá-la.
E os meus dentes, como a mordiam, insaciável.

Hoje, tudo é pago e você é caríssima.
É, esse capitalismo não se manca!
Mas, como você ainda é gostosíssima,
Pago por você, deliciosa manga...
joluze
Enviado por joluze em 23/08/2007
Código do texto: T619753
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
joluze
São Paulo - São Paulo - Brasil
349 textos (37291 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 14:11)
joluze