Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UM CANTO DE ADEUS...

Cá de cima,
Não é apenas a tarde
quem,
num silêncio aturdido...
e num indescritível colorido,
daqui se despede sem volta.
Lá embaixo,
também há um caminhão de mudanças,
velho e emperrado,
que parte para o desconhecido.
Um Bem te Vi soa, outro responde...e mais outro...
E um cachorro late  desenfreadamente assustado.
Ouço um motor de arranque
que parece não querer ir,
e as lembranças...eu sei...
jamais conseguirão ficar.
Um dia,
eu também acreditei poder partir
de mim!
Então, o caminhão desce a ladeira...
devagarzinho...
pisoteando pedaços de Ipê-Amarelo
e resfolegando a fumaça
do que não existe  mais.
E deixa atrás de si, apenas a fuligem
da negritude do ontem...
Mas mesmo assim,
um Bem Te Vi canta...de novo...
MAVI
Enviado por MAVI em 25/08/2007
Reeditado em 26/08/2007
Código do texto: T623493

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Áudio
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
MAVI
São Paulo - São Paulo - Brasil, 57 anos
5464 textos (342767 leituras)
994 áudios (87128 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 15:28)
MAVI