Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Senhor do profano

Caro senhor da profano,
Tu que disse a mim como viver,
Não respeita o  feminino,
Desdenha do amor,
Odeia que acredita nele,
E  condena quem  tenta lhe aconselhar,
A vida passa rápido,
Brincar de saber como viver é tolo.


Gere em sua mente quem realmente foi,
No passado um homem bom,
Mas no agora um nada,
Ninguém lhe odeia,
Ninguém quer ser você,
Ou como seus clones,
O amor próprio que temos,
Nós impede disso,
Fazem sermos quem somos,
Caro senhor do profano,
Continua vivendo em mentiras.



Quanto infantil eis,
Odeia a ti mesmo,
Odeia as mulheres,
Não sabe amar,
Senhor do profano,
Seja infeliz sem querer incomodar os outros,
Rege em mim o eu sou,
Não a sua insanidade,
Ame que lhe traí pelas costas,
Continue vivendo sua vida.
Deisiane Oliveira
Enviado por Deisiane Oliveira em 16/05/2018
Código do texto: T6338393
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Deisiane Oliveira
Betim - Minas Gerais - Brasil, 22 anos
171 textos (1202 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/09/18 06:40)
Deisiane Oliveira