Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quem é apaixonado pela vida, já é apaixonado

Muitos precisam se apaixonar por alguém, para se tornarem apaixonados
Mas quem é apaixonado pela vida, já é apaixonado
Sim, eu repito esse adjetivo, porque não há maior paixão
Para quem nasceu inflamado, quente
Mesmo frio, é o vento da imensidão que chove na pele
Quem nasceu protegido, pela ignorância ou sabendo, que a vida é breve
Por isso a ama,
E quem a ama, ama por osmose
Não busca pelo amor no outro, pois já o vive em si mesmo
Quando encontra o outro, apenas compartilha o seu peso,
Parece frio, até pragmático,
Mas se apenas ama, então o outro pode ser tu, ou aquele, do outro beijo
Pode mudar de costa, como um marinheiro errante
E pode atracar pra sempre, no porto de um coração
Quem é apaixonado pela vida, é água, oceano, sentimento constante
E não o litoral, esperando a maresia
Já é a maresia, que leva as ondas de alegria a quem precisa se apaixonar
Quem ama a vida, detesta o tempo, nunca conseguem se reconciliar
Sabe que ele é o deus supremo, mas todo deus é uma besta celestial
Guarda em si o amor e o ódio extremos
E quem ama a vida, odeio o que é extremo
Se a vida é tudo sobre o equilíbrio
De imitar o fato frio
Mas é fardo
E seca como um rio
Enquanto some de si mesmo
Nunca deixa de amar a vida, para isso não há preço,
Ao equilíbrio que todos tem,
e a odiar o desequilíbrio de todos
também
Thiago Fávero
Enviado por Thiago Fávero em 12/07/2018
Código do texto: T6388014
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Thiago Fávero
Bicas - Minas Gerais - Brasil, 30 anos
394 textos (3542 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/18 18:00)
Thiago Fávero