Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
SERÁ QUE EU RESISTO?
Por Olavo Nascimento (20/12/2018)
===============
Será que eu resisto?
O seu ar sombrio no outono,
O seu cobertor no inverno,
O seu jardim na primavera,
E o seu biquíni no verão?


Será que eu resisto?
A sua voz na minha audição,
O seu perfume no meu olfato,
A sua beleza na minha visão,
O seu gosto no meu paladar,
E a sua pele pelo meu tato?


Será que eu resisto?
Os seus cabelos molhados,
Os seus olhos iluminados,
A sua boca querendo beijar,
O seu corpo todo extasiado,
E o seu desejo de namorar?


Não sei agora se vou resistir,
A tanto clima e sensualidade,
Mas tenho bastante certeza,
Que nessa onda eu vou entrar,
Porque não sou de dispensar,
O gostoso prazer de se amar.


=====================================
Abraços.
=====================================


Interações (meus agradecimentos):

21/12/18 21:41 - Luciênio Lindoso
SERÁ QUE EU RESISTO?
O teu gingado faceiro
A tua boca molhada
Esse teu gostoso cheiro
E essa dengosa cantada? 
------------------------------------- 

21/12/18 23:24 - Joselita Alves Lins
Mas se tu resistires,
A esse tanto de sedução,
Nada terá valido, então.
Se meu desejo é cativar
Teu magnífico coração.
-------------------------------------

22/12/18 19:11 - Gisely Poetry
S
erá que eu resisto
Ao teu olhar encantador
Ao teu furor devastador
É nisso que insisto
E caio de amores por ti
Em canção ou devoção
Não sei bem o que senti
Louco alvoroço são.
------------------------------------- 




 
POETA OLAVO
Enviado por POETA OLAVO em 20/12/2018
Reeditado em 23/12/2018
Código do texto: T6531912
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
POETA OLAVO
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 77 anos
1228 textos (35289 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/09/19 23:40)
POETA OLAVO