Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


Pintura do Google
Confeccionei  caixinhas  costuradas com filigranas.

Selecionei   compartimentos.
Trabalhei costurando, bordando, pintando, desenhando;
batizei as caixinhas de acordo com sua função.
Na caixinha do coração arquivei saudades, amor, compaixão, gratidão;
na caixinha do cérebro arquivei conhecimentos, lembranças, imagens, lealdade e  justiça;
na caixinha do paladar guardei  os sabores dos alimentos preferidos;
na caixinha do olfato arquivei  aromas e perfumes;
na caixinha da  visão guardei lindas memórias, fotografias e paisagens;
na caixinha da audição instalei memórias  musicais, vozes  e cantigas de roda;
na caixinha do tato guardei  o calor das  mãos generosas que me acariciaram;
na caixinha do corpo astral guardei o ponto de Deus, a fé, a confiança e  a oração;
na caixinha  do ego escondi  o perdão, a tolerância, a paciência, a paz, a  alegria e a  sabedoria.
Coloquei  nas caixinhas uma alça dourada com um botão de ouro,
todas ficaram abertas para colocar novas memórias.
Os  arquivos estão nas gavetas do ID com a chave do tempo...
Izabel Camargo
Enviado por Izabel Camargo em 05/01/2019
Reeditado em 05/01/2019
Código do texto: T6543857
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Izabel Camargo
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 87 anos
508 textos (18512 leituras)
5 áudios (233 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/05/21 10:27)
Izabel Camargo

Site do Escritor