O Vinho do Desejo

O vinho suave, o vinho tinto

O vinho 🍷 dos meus sentidos,

Do momento da colheita idos

E vindos dos teus olhos findos.

 

O vinho tinto da madrugada,

Que adoçava a minha volúpia,

Que conjugava com o teus

O sabor e o prazer de te ter.

 

O vinho que não era do Porto,

O vinho que não era dos mitos,

O vinho , o vinho era eu e você

A embriagar-me no ponto.