Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A MOÇA DO ESPELHO



Naquela noite, a moça do espelho se perfumou primeiro; depois vestiu-se justamente e com decote...
Então colocou um par de brincos que lhe definiam o pescoço e no pulso esquerdo, uma pulseira bem vistosa, par com o anel que reluzia.

Escolheu a bolsa e os sapatos, como quem acaricia um ser amado, de leve e cuidadosamente.

Daí, veio a maquiagem - nada pesado, mas o batom era vermelho.

Aquela moça do espelho não existe mais, nem sua intenção para o passeio.
Era eu na lembrança, tentando fugir de um desgosto, partida ao meio.
Ene Ribeiro
Enviado por Ene Ribeiro em 13/09/2019
Código do texto: T6744467
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Ene Ribeiro
Goiânia - Goiás - Brasil, 57 anos
18223 textos (293013 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/01/20 14:56)
Ene Ribeiro

Site do Escritor