Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Olhos de pedras

Senti no ar o aroma doce
Flutuou onde as ondas eram mansas
No sangue das coisas
Vestiam vida
Corriam nas veias um líquido
De amargura.

Flores cívicas de uma cidade
Renascida
Outras deixaram pedras
Quando o céu fechou
Um temporal de águas e granizo
O amor faz de céu a Paraíso
Nas tempestades
Descobrimos que amor
Estica asas
As pernas esmorece
Nas terras de gigantes
Uma pérola dentro de uma concha
O tempo remexe por ventos
Ventos traz de volta
Um sentimento dormente.
Amor é a vida com cor e nuances
Sinto,
faz pose
Como registrar sua fotografia
Guarda sonhos
Insônia fantasia;
Arrasta agonias
É vida 
Olhando os olhos de pedra
De raiz interna.


 
Lilian Meireles
Enviado por Lilian Meireles em 29/06/2020
Reeditado em 30/06/2020
Código do texto: T6991760
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Lilian Meireles
São Paulo - São Paulo - Brasil, 54 anos
1845 textos (37588 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/08/20 19:23)
Lilian Meireles