Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


A TEMPORADA DO ACASO

 

A temporada do nada ta passando.

Vem aí a temporada do acaso.

Quem quiser que pegue o seu,

O seu acaso,

Antes que outros peguem,

Porque pegar o acaso alheio é um problema sério!

 

A temporada do nada ta acabando.

Chega de não ter em quê acreditar,

Chega de nada esperar...

 

Vamos viver do acaso,

Caso a caso,

Vida a vida,

Momento a momento...

 

Está chegando a temporada do acaso,

Do acaso maduro, pronto e esperado,

Do esperado acaso,

Do esperar do acaso,

Da espera do acaso...

Você espera olhando pra cima

E ele vem lá de baixo;

Espera olhando pra baixo

E ele cai a mil nos teus ombros,

Teus ombros suportam teus braços...

Teus braços suportam tuas mãos,

Tuas mãos fechadas,

Cerradas com força,

Cheias de nada...

Da temporada do nada que acaba hoje.

 

Chegou a temporada do acaso.

Frutas maduras ao sabor do vendaval,

Temporal inesperado,

Alimento,

Ali mente, ali corpo.

Alimente a liberdade...

Alimente porque ainda há tempo.

Encha a liberdade de acaso.

Ainda há tempo.

Há tempo...

A temporada do acaso.

Iguaçu
Enviado por Iguaçu em 25/10/2007
Código do texto: T710041

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Iguaçu
Nova Iguaçu - Rio de Janeiro - Brasil
118 textos (10114 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 12:43)