Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Espelho que reflete o invisível

Sorrio com a perspectiva
Alma que vibra
Tão real ao que se toca
Ao que se vê, não se compara
Perfeição,
Criador e Criatura
Que percebe as suas falhas
Ao destino, se entrega,
Na sinceridade
Eu não sei mais o que pega
Meus olhos se fecha
Quando se abrem
O escuro esconde a minha sombra
Corro da escuridão
Pego o isqueiro
Fogo na lamparina
Ilumina se, veja
Sua sombra, uma imagem animalesca
No espelho, reflete se uma face
Cheio de rugas
Caminhos cruzados
Mente em alerta
Não pode escapar nada
Tempo que uma hora acaba
Procure aproveitar ao máximo
Se entrega
O novo sempre recomeça.

Um novo dia amanhece
Último sábado de Novembro
Amanhã eleição
Vote em um prefeito
Um que roube menos
A corrupção virou cultura brasileira
Aonde se olha, se vê, esperteza
Um golpe ali outro Aki
Garantindo o pão de cada dia
Aonde somos, apenas marionetes
Sobrevivendo nem sabendo
Se está, participando
De algum esquema.

Invista no que tem
Busque seu conforto
Seja feliz com as suas escolhas
Encontre o que está errado
Não faça por menos
Valorize o seu tempo
Volte ao início, se necessário volta
Assumir uma falha
É achar aonde a correção, deve ser feita
Ore a Deus
Busque ajuda no que acredita
O recomeço exige sacrifícios
Que machuca a Alma
Frustração mágoa
Sentimentos que busco evitar
Somos seres humanos
Repletos de falhas
Como condenar
Se sou o primeiro
A receber as pedras
Só observo e compartilho idéias
Pra que em um futuro próximo
Obtenha o que deseja.
Alessandro M P O F
Enviado por Alessandro M P O F em 29/11/2020
Código do texto: T7123209
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Alessandro M P O F
São Paulo - São Paulo - Brasil, 39 anos
341 textos (2305 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/04/21 16:57)
Alessandro M P O F