Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Teorias

Dia novo quarta feira
Meio de semana
Desperta pra Vida
Olhos abertos
Corpo dolorido
Pensamento pesado
A preguiça é muita
Falta estímulos
Mais energia
Um bom lugar pra curtir o Sol
Ouvindo uma boa música
Em companhia perfeita
É sonho é conquista
É coisa que falta
Todo mundo ocupado
Ou se resguardando da doença
Sempre tem uma desculpa
Que assola quem se amedronta
Sempre intenso
Procure quem te procura
Quem em ti confia
Eu vivo como eu quis
Livre sorria
Sem medos, vivo, a solidão das minhas escolhas
Se não for pra ser diferente
Não há troco por Nada.

Esperança
O mundo em provas
Em chamas
Queima orgulho
Mas a desigualdade continua
Lá fora um vírus que mata
Faz sofrer
Leva quem menos espera
Muitos se cura
Mas não se sabe se terá reincidência
E como será se ter novamente essa doença
Como o organismo se comporta
E assim só Deus
Sabe o quê nós espera e a nossa Hora.
Seja de fé
Vista se de coragem e vá a luta
Em busca da sobrevivência
Arrume dinheiro ou a doença
Campo aberto mas sujeito a tudo
A mercê do destino
Sorria
Pois mesmo adulto
Me sinto um menino
Acreditando em quase Tudo
Pura estratégia
Aonde os fortes sobrevivem
Mesmo na fraqueza.

Futuro incerto
Procuro fazer a coisa correta
Fui escravo a minha vida toda
Sistema capitalista
Aonde passa o maior tempo da sua Vida
De domingo descansa
Ou curte enche a cara, se droga
Na segunda feira esse peso
Além da conta
Conta prós parceiros
O passar mal o troféu da bebedeira
Todo orgulhoso conta a sua façanha
Achando graça
Lembrando do vechame da vergonha
Se gaba
Sempre a mesma coisa
Será que vale a pena ver de novo
Essa novela?
Lavo minhas mãos
Mais a minha Alma, continua Suja
Sou pecador confesso
Faço parte dessa cultura
A traição começa
Na sexta-feira
Embala a madrugada
Pega o sábado, domingo em família
Amigos a noite te espera
E mais um pouco de gandaia, continua...
... Até que perde a graça.

Nem fui
Antes de sair, já pensava na volta
Está tão bom Aki
Não complica
Mente que se acalma
Pensa nos prós nos contras
Analisa saídas
Um labirinto aonde está escuro, ainda
A luz é coisa certa
Clarea a caminhada
Daquele que nunca para
Está cansado eu sei
Mais jamais desista
Anjos por ti luta, noite dia
Não seja ingrato
Vença, se ilumina de esperança
Aonde a fé inabalável
Sempre te Alimenta
Estou contigo além da Vida.
Alessandro M P O F
Enviado por Alessandro M P O F em 02/12/2020
Código do texto: T7125690
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Alessandro M P O F
São Paulo - São Paulo - Brasil, 39 anos
341 textos (2305 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/04/21 16:54)
Alessandro M P O F