Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SAUDADES DA FLOR BAIANA DA POESIA

Ei menina flor de poesia!
Ontem de passagem por meus sonhos e desejos, num vôo sereno e desprentecioso, planei por sobre Angra do Heroismo!
É, lá senti o cheiro teu, este cheiro que já mentalisei.
Vi o ondular de seus cabelos, estes mesmos por quem o vento eternamente se apaixonou.
E pasme caso queiras, mas toquei sua alma, essa alma tupiniquim agora "aprisionada" no teu realizar lusitano.
É que eu estava ávido por poesias, por magias seltas talvez, por serenidade na mais pura baianidade, e só conheço a ti que detém estas três.
Não se assuste, não há aqui vestigios de possessão; mas este é meu modo de dizer que ainda penso em ti, na sua generosa e longincua amizade!
E arremesso em sua direção, o que há de bom em mim, meus fiéis desejos de felicidades para ti e teu gaio lusitano!
E se um dia viajares pelos mundos dos sonhos e desejos, venha me visitar, pois ainda não abracei esta amiga que sempre aprendi amar!
Beijo deste gordo das Gerais!

TEXTO QUE DEIXEI NA PÁGINA DE RECADOS DO ORKUT DA MINHA AMIGA BIANCA MENDES.
Jayme Tijolin
Enviado por Jayme Tijolin em 28/10/2007
Código do texto: T713323
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jayme Tijolin
Betim - Minas Gerais - Brasil, 47 anos
174 textos (13635 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 13:19)