Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu, meu eu...


Interpessoais, tratável, assim seja aqui e acolá.
Tomei posse de mim mesma, minha vida, meu rumo...
Caminhei, demonstrei isto ou aquilo, tanto faz definir o ninguém por ninguém
Quando? Quem? Não sei...
Aquilo é relativo...
Onde o meu eu estará?
Deus é certeza!
Corta aqui...corta lá...
Infindáveis...
Certezas, dúvidas são mistérios...
Para o meu eu, seguir, prosseguir, morrer e viver...viver e morrer...
Quantas vezes necessário...
Meu eu... sempre

Sessenta anos

"Os pés caminha , seguindo a luz detrás da montanha, pedras sobre pedras...
Parada na estação para ver o trem passar...
O pássaro seguia distante, pousando no toco da árvore...
No horizonte o sol se escondia...
Sentia o tempo voando, já és final de semana...
A vida passa ligeiro saúda os "entas" matreiro...
Dos anos das alegrias, simplesmente vividos, sempre simplificados na existência querida..."

Maria Leni Batista ( Flor do Sul)
Enviado por Maria Leni Batista ( Flor do Sul) em 14/01/2021
Código do texto: T7159279
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre a autora
Maria Leni Batista ( Flor do Sul)
Presidente Prudente - São Paulo - Brasil
86 textos (869 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/01/21 06:46)
Maria Leni Batista ( Flor do Sul)