Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lacuna

Lacuna

Esse não é um ponto final, apenas uma lacuna , um espaço para respiramos outros ares e fugirmos da contaminação que anda nos adoecendo.
Um momento para lambermos as feridas e deixarmos cicatrizar o que ainda está em aberto.
Vamos repensar nossos caminhos, refazer nossas rotas, redesenhar nossos mapas, vencer nossas incertezas e medos individuais ou aprendermos a combatete-los juntos.
Desfaçamos as mentiras sinceras, as meias verdades, os nós cegos e os laços forçados.
Retiremos os superlativos usados pela magia da paixão e tornemos a colocar os pés no chão.
Hibernemos, recuperemos nossas energias vitais, tão abaladas pela fissura que nos desencaixou e preparemo-nos para o renascimento em novos caminhos, ou mesmo retornemos ao mesmo, com as devidas precauções e modificações.
Em breve surgirá uma nova primavera e o amor desabrochará pleno nos jardins e em especial, no que semearmos e cultivarmos, resta-nos manter o terreno numa rotação de cultura e o readubarmos com carinho, desejo e sinceridade ou ... escolhermos um novo local.

Leonardo Andrade
Leonardo Andrade
Enviado por Leonardo Andrade em 30/10/2007
Código do texto: T716255


Comentários

Sobre o autor
Leonardo Andrade
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1335 textos (55524 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/03/21 17:19)
Leonardo Andrade