Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dias mais Longos

Projeito
Acontece ou não
Luta por algo
Vive seu sonho
Deus o abençoa
Realizando seus desejos
Escreve nas estrelas
Expressa sua luta
Com essas rimas se declara
Cuidado com o que pede
Tudo se alcança.

Contra sua sombra
Tirou sua armadura
Baixou sua espada
Pro seu inimigo pediu trégua
Bandeira branca
Sem sentido essa luta
Chega
Sorri quando se lembra
Com saudades chora
Na poesia encontra
O que nunca perdeu
A coragem da batalha
Estou na retaguarda
Estava chorando
Me lamentando
Me cobrando
Pior, me culpando
Por chegar ao ponto
De preferir, ficar sozinho
As pessoas não te enxerga
Só quando precisa
Senhor de mim, atinjo o que busco
Sintonia amor próprio
Nada de egoísmo
Compartilhando sempre que posso
Mas não sou obrigado
Um bom dia uma boa tarde boa noite
E de graça, mas tem gente que nem isso
Te ignora no maior barato
Mete oloko
Tudo ótimo
Segue o plano
Mas fico puto
Na busca encontro alternativas
Me segue na educação que te sigo
Mas me ignore que farei o mesmo
Na forma que penso
Me entende
Te respeito me respeite
Te conquistou, me conquiste
Num simples gesto
Algo além do olho no olho
Entre cobras hipócritas fariseus
Escribas da mentira
Vamos sobrevivendo
Mas Aki me encontro comigo
Num olhar maroto se encontrou
Em versos
Poesia pra quem gosta de arte
Em forma de palavras
Se expresse
Não tenha preguiça de pensar,
Ouse, use e abuse
Da sua criatividade
Não temas não vacile
Doutrine se
Cativante, mente que reage, absorvente, crie
Seu mundo inteligente.
E que nada lhe falte
O q tiver de tirar, tire
Não fique inerte
Avance, sempre adiante
Se liberte, o melhor sempre será o hoje
O ontem apenas fez parte
De uma história
Com Cultura ação aventura
Extremamente emocionante.

Preciso sobreviver
Mas sincero não queria
Não me sinto a vontade em Vida
O labirinto se fechou
Minhas lágrimas me afoga
Sinto a falta de Amar alguma coisa
O ar que se respira
Que traz ação atitude vontade de ir
Sem se preocupar com a volta
O sensível o brilho, que se toca
No olhar de uma criança
Hoje prefiro ficar
Do que sair e viver mais histórias
Mas é necessário
Não sou um covarde
Jamais serei um suicida
Não tenho esse direito
Essa Alma sou Eu
Mas essa Vida
Não é Minha
Não tenho o direito de por fim nela
O que é meu está sendo repensado
Analisado por Anjos
Atormentado por demônios
Na trajetória muitas lutas
Sorrio chorando
Muitas derrotas maiorias vitórias
Minhas rugas são as provas
Mais sorri
Do que derrubei lágrimas
Devastado por sentimentos contrários
Me expresso assim
Cheio de ódio
Por falta sempre de algo
Nunca tá bom
E o fim fica cada vez mais próximo
Mas nunca chega
Me sinto eterno
Além dos sonhos me vejo
O vento sopra
Vivo o que foi acordado antes da vinda
Então sorrio mesmo com lágrimas
Sempre há um jeito.

Sem desespero
Dispensa cheia
Geladeira abastecida
E as bençãos continua
Na Alma a calma
Tranquilo espera
Ocupando o tempo
Não o deixando passar sem Nada
A dificuldade sempre alcança
Se fosse fácil
Não teria graça
Dia de Rei
Meu sorriso está na Alma
Meu carisma disfarça essa mágoa
Ficando velho
Passou tão depressa
E assim continua
Pedi por isso, sonho conquistado
Meses de molho
E mesmo assim me sinto cansado
E ir pra luta Assim
Me dá motivos, pra acreditar sempre
Que Deus está comigo
Me dizendo; está tudo certo
Estou contigo e quando deixar de ter pressa, a Fé trará Dias mais Longos.
Alessandro M P O F
Enviado por Alessandro M P O F em 12/02/2021
Código do texto: T7182621
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Alessandro M P O F
São Paulo - São Paulo - Brasil, 39 anos
341 textos (2305 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/04/21 17:05)
Alessandro M P O F