Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Benção e Maldição

Benção e Maldição

És minha bênção e maldição.
Fazes com que eu só queira viver no mundo que vejo espelhado em teus olhos de cristal e não consiga tolerar a tua usência, só queira respirar o mesmo ar que tu respiras e sobreviva pateticamente sem fôlego longe de ti.
Já me mostrastes o Nirvana, nos amamos sem pudor em Shangri-la, sorvi ambrosia nos cálices naturais do teu corpo e encontrei o supremo êxtase entrelaçado em tuas pernas, como posso caminhar só neste mundo vazio e sem sentido onde não estás ?
Não posso suportar que sejas um vislumbre do paraíso, uma brisa breve e que eu seja condenado a vagar sem ti pelo Hades.
Já te dei meu corpo e demarcou-o por completo, agora entrego-te minha alma opara fundi-la a tua nos sete níveis, amar-te intensamente com nosso sete corpos e perpetuar essa união em todas as vidas vindouras, sete mil vezes mais  fortes a cada nova existência.
Não quero mais navegar com Caronte nem lutar com cérbero, embora saiba que o farei quantas vezes forem necessárias para retornar ao nosso perfeito molde, único, eterno, fatal, equilibrado entre o abençoado e o amaldiçoado, temperado com seus sabores agridoces e banhando na alquímica mistura de prazer ilimitado com paixão infinita.

Leonardo Andrade
Leonardo Andrade
Enviado por Leonardo Andrade em 07/11/2007
Código do texto: T727284

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (citar o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Leonardo Andrade
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1491 textos (63346 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 23:13)
Leonardo Andrade