Visita ao Passado

Hoje visitei o passado e fiquei intrigada,

Nele te encontrei vestido de anos mal vividos,

Tinhas um semblante pensativo, acanhado e sofrido.

As rugas registravam altos e baixos da tua jornada.

Não mais aquele homem viril, sedutor das

Madrugadas,

Não mais o aventureiro inconsequente, travesso

A cavalgar nas curvas dessa estrada.

A saudade estava estampada nos olhos

Parados e frios e as mãos agarravam os

Frutos que santifica tua existência.

Não me encontrei na foto estática

Mas, lá estava na aura da tua alma.