Inspirado no texto, PARA UMA VIDA FELIZ, do poeta, Carlos Alberto Silva.


VIDA FELIZ 


A esta altura do existir
O que me traz felicidade?

Ainda poder caminhar na areia da praia ,
Não importa se a passos de tartarugas.

Ainda poder contemplar um por do sol,
Não importa se imbuída de nostalgia.

Ainda me enlear com o balaceio dos barcos
ao sabor das ondas,
Embora com a vida bamba.

Ainda poder rememorar momentos idos,
Mesmo os não aprazíveis .

Ainda pegar carona no voo das gaivotas
Embora não me levem a nenhum lugar.

Ainda poder plantar uma árvore ou colher frutos,
Mesmo que não sacie a fome do universo .

Ainda adornar um vaso com flores, na janela,
Embora na incerteza de que amanhã poderei vê-las.


Ainda me encantar com o canto dos pássaros, e dos poetas, e dos ventos...
Embora já não dance.

Ainda decifrar a linguagem dos ponteiros,
e discernir entre trevas e luz,
Embora vivendo em brumas

Ainda devanear e trazer versos na alma,
Embora já não os declame.

Ainda conjugar o verbo amar , sentir que posso amar,
Embora não sendo amada.

Felicidades é...
Ainda que tênues, ter a posse dos sentidos.


  











 
ErivasLucena
Enviado por ErivasLucena em 25/11/2021
Código do texto: T7393900
Classificação de conteúdo: seguro