Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quando não te encontrei

Não sei onde tu te encontras
Estás longe de mim mais do que nunca
No meu sonho tu estavas distante
Procurei-te dentro de mim
Mas tu não estavas
Era mais do que um estranho.
Mas nós nos amávamos
Embora com amor diferente
Cadê aquele nosso afeto
Aquela nossa amizade
Por ti muito desejada?
Tudo se perdeu
Foi embora junto com a tristeza
De não nos considerarmos compreendidos?
Ao acordar te procuro
E tu ainda habitas meu coração
Fico feliz na estranha loucura
De contentar-me com migalhas
De um sentimento implorado.
Ter-te ainda que parcialmente
É o suficiente para continuar
Essa minha quase vida
Que só se completa com a tua, ainda que ínfima presença
Virginia de Santana
Enviado por Virginia de Santana em 26/11/2007
Código do texto: T753587
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Virginia de Santana
Anísio de Abreu - Piauí - Brasil, 36 anos
192 textos (35360 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 21:15)
Virginia de Santana