Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cedo te encontrei, sorridente e bela.
Eras menina, viva, esperta, tirou-me
Da outra amada, tinhas 15 anos,ah! Ala,
Sangue arabe, glorificavas no renome.

Olhos verdes, tentadores, pele de cetim,
Se a beleza moral enaltecia, a física reluzia !
Sempre dizia, como guardá-la só para mim.
Teimava mostra-la somente em fotografia.

Forte e destemidas, caminhamos juntos
57 anos, coração ardente, protegias
A família, lutando brava em indomitos
Lampejos ou momentos de glórias.

Começamos com juras sem compromissos,
Altaneiros, poucos achavam que os amores
Iam longes. Os 18 anos, queridos, seriam omissos,
Firmou-se ao nascerem 2 filhos sonhadores.

Temperamento difícil, personalidade geniosa,
Desconfiada, vigilante, motivava constantes
Atritos, 25 horas por dia, ainda que carinhosa.
Duravam 25 minutos, retornava a vida amantes.

Dedicação extremada, mantinha controle da casa,
Do marido e filhos, vivia em seu permanente trabalho.
Nunca esmoreceu, saúde forte, destemida extravasa
Empenho, resguardando os protegidos como espantalho.

Temida por enfrentar quem afrontava,ou desafiava os seus.
Partia em direção aos inimígos, com destemor e galhardia,
Consequência não preocupava, procedia como semideus.
Guardava, sempre, carisma, fina educação e diplomacia.

Da noite para o dia tudo se ruiu, balançaram os alicerces,
Esmoreceram todos os encantos, tragada fora a robustez,
Começava enfrentar dor e sofrimento, desolava os porquês,
O querido não se conformava, acompanhava com intrepidez.

A angústia do tratamento, soberana enfrentava audaciosa,
Jamais reclamara durante cinco longos anos, nem se deixava
Dominar, continuava à frente na sua posição de majestosa.
Permanecia a rezar;a fé não abalara, se dor sentia ocultava.

Sete anos são passados, o amor não desapareceu, tristezas
São sentidas, a falta de sua presença convulsiona o pensar,
Até as rixas estão a faltar, o silêncio transforma as firmezas.
Perdeu-se a amada namorada, há sete anos sem acreditar.


TRIBUTO À MENINA DE 15 ANOS:
RUTH BULLUS MELLO.
smello
Enviado por smello em 26/11/2007
Reeditado em 23/06/2008
Código do texto: T753812

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
smello
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 93 anos
188 textos (22127 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 14:36)