Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O INÍCIO

LEMBRO-ME COMO SE FOSSE HOJE, A PRIMEIRA VEZ QUE TE VI. DE CADA COISA Q PENSEI QUANDO VI SUA FOTO EM SÃO TOMÉ. DE ESCREVER E APAGAR 500 VEZES O RECADO SOBRE A ARGENTINA POR RECEIO NEM SEI DO QUE...
DE VOCÊ DEIXANDO RECADOS SEGUIDOS, LOGO QUE EU COMENTEI SOBRE A ARGENTINA NÃO TER ASTRONAUTA
LEMBRO-ME DA SENSAÇÃO QUE SENTIA AO CONVERSAR COM VC

É ENGRAÇADO, MAS PARECIA E PARECE ATÉ HJ, QUE SÓ FICAMOS UM TEMPO LONGE UM DO OUTRO, MAS QUE O NOSSO LUGAR ERA UM DO LADO DO OUTRO.

HOJE VIMOS JUNTOS, UM VÍDEO DO NOSSO PRIMEIRO ENCONTRO, E COMO É ENGRAÇADO, PARECÍAMOS UM CASAL

CONOSCO NÃO EXISTEM PLANOS, AS COISAS VÃO ACONTECENDO NUM RITMO E INTENSIDADE PRÓPRIOS

PRA MUITOS É LOUCURA, PRA OUTROS, ESTRANHO.

PRA NÓS: ESTAMOS VIVENDO A NOSSA VIDA DE MANEIRA INTENSA E ÚNICA

NÓS TEMOS AQUILO QUE AS PESSOAS TANTO BUSCAM, MAS NÃO SE PERMITEM VIVER, SOMOS ADULTOS, CHEIOS DE RESPONSABILIDADE, MAS SOMOS ADOLESCENTES, SACANAS, BRINCALHÕES, CHATOS, RANZINZAS E TEIMOSOS

TEMOS MEDO SÓ QUANDO O MUNDO NOS CHAMA PRO LADO ADULTO, MAS MESMO ASSIM, NÃO NOS DESVIAMOS DAS RESPONSABILIDADES, QUANDO IRRITADOS MANDAMOS TODO MUNDO A MERDA E TUDO BEM...
 
ACHO INCRIVEL DIA A DIA DESCOBRIR COISAS QUE TEMOS EM COMUM, SELEÇÕES MUSICAIS, A MELECA DE ONTEM A TARDE... E POR AI VAI

ADORO O SEU JEITO DE ME OLHAR, O SEU JEITO DE ME PEGAR QUE ME FALA MIL COISAS SEM NENHUMA PALAVRA, AQUELA MORDIDA QUE VC ME DÁ NO PESCOÇO, SEU ABRAÇO A QUALQUER HORA ( AI COMO EU ADORO O SEU ABRAÇO..RS), SEU BEIJO...

SAIBA QUE PODEMOS PASSAR PELO TURBILHÃO QUE FOR, SE E CULTIVARMOS NOSSA UNIÃO, RESPEITO E AMOR UM PELO OUTRO, SUPERAREMOS.

ADORO NOSSA VIDA JUNTOS.
Kay
Enviado por Kay em 30/11/2007
Código do texto: T759688

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Kay
Jundiaí - São Paulo - Brasil, 47 anos
199 textos (19122 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 17:23)
Kay