Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LUA INCHADA

Vida séria, cega e cheia de entrenós
Efeméride em busca do mol de rusga
Inconstância em manhã chuvosa; tarde rugosa
A expectorar resquícios, pérola no armário da sala
Larvas no aquário e na vala; dispersas, insanas.

Meretriz de todo ódio enclausurado
Apóstolo claudicante (mais falseia que arqueia)
Nem pudera...
Assou na manteiga, noite enciumada
Em cima da escada, entre meiga e leiga hora.

Vislumbre do sol
Patas e desamores raiando rancores
Ambas lidas descoloradas; poços
Santas Chicas anunciadas e postas
No canto, em meio à rua, a lua; toda faltando, toda inchada...
Cesar Poletto
Enviado por Cesar Poletto em 05/12/2007
Reeditado em 24/04/2008
Código do texto: T766306

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cesar Poletto
Piracicaba - São Paulo - Brasil
732 textos (34336 leituras)
1 e-livros (249 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 03:02)
Cesar Poletto