Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A dor da perda.

Em nossa grande existência, já nascemos perdendo. Perdemos lagrimas, células e perdemos o conforto do útero materno.
Ao longo da vida, vamos aprendendo que a dor pode ser superada ou encarada como algo intimidador que vem para nos lançar no deserto do medo e da dúvida.
Aprendemos a ler, a escrever, a fazer cálculos matemáticos, mas escola nenhuma nos ensina a superar a dor, seja ela qual for. A grande escola da vida é o tempo e, nele encontramos a sabedoria e a coragem para vencer nossos traumas e nossas dores.
Perdemos dinheiro, perdemos status, amigos, parentes, sonhos e tempo. Mas a pior perda, essa que causa uma dor crucial e sufocante, é a dor de perder sua própria identidade.
Uma pessoa tem duas coisas que deve prezar em vida e além tumulo - Dignidade e Honra.
É necessário saber viver, saber pensar, saber agir. Muitas vezes nos pegamos em grandes conflitos, talvez conflitos que por erros de atitude acabamos atraindo para nós mesmo. Eventualmente a dor e a perda são duas aliadas, parceiras de longa data que nos acham nos momentos de fraqueza.
Viver ciente de que nem tudo é doce, nem todo céu é azul e nem todo mar é calmo. Estar ciente de que nos momentos de desespero e dor, podemos nos apegar na firme certeza de que para todo começo a um fim. Até mesmo a dor tem seu fim, pode deixar marcar e cicatrizes que nem o tempo cura, mas o auge do desespero, aquele momento em que você se vê sem saída, sem ninguém por perto para te estender as mãos, uma hora acaba e você volta a sorrir.
É preciso errar para aprender, é preciso sentir o coração bater forte no peito, ouvir a alma dentro de si gritar, ter sensibilidade de entender e a reconhecer os erros e falhas. Assim cada perda, cada queda que levamos acabam por ser menos álgica para a alma e o corpo.
Procuremos iluminar nossas mentes e a sensibilizar nossos corações.
Olhar para traz, voltar ao passado é querer um suicídio interior, não vale a pena reviver as derrotas.
A dor da perda, é aquela em que você se torna vítima de ocasiões e provas da vida, que tiram você do alicerce terreno, emocional e psíquico.
A única solução é achar o centro de equilíbrio que todos nós temos mas poucos descobriram ... A vontade de vencer.
Leandro Augusto Nogueira
Enviado por Leandro Augusto Nogueira em 26/01/2013
Reeditado em 02/04/2013
Código do texto: T4106951
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre o autor
Leandro Augusto Nogueira
Jacareí - São Paulo - Brasil, 32 anos
225 textos (8057 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/19 22:13)
Leandro Augusto Nogueira