Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ver Como Criança

Uma criança que sofre com problemas familiares,  sociais e dificuldades financeiras sendo ma periferia ou na burguesia tende a buscar alívio imediato para suas dores e dificuldades,  esse alívio poderá vir a ser o uso de drogas? Talvez sim, talvez não.

Os indivíduos que por falta de informações corretas e por falta de capacitação gratuita de conhecimento no quesito Prevenção do Uso Abusivo de Drogas,  passa-se a deixar que tudo seja e fique da forma como sempre foi e possivelmente como já está.  O papel da imprensa pode vir a ser o de comunicar ao cidadão comum não somente obscuridade,  perda, morte e violência causadas pelo uso abusivo das drogas, mas também de comunicar com maior ênfase os benefícios de programas sociais e culturais que ajudam a combater a Dependência Química,  divulgar exemplos de uma vida bem sucedida e os sucessos alcançados através de uma vida em busca de mudanças, melhoras, a prosperidade familiar adquirida ao evitar o uso de drogas.

A imprensa pode e tem um gigantesco poder para influenciar as "massas", influenciar as pessoas de todo o mundo. Então que essa forma de influenciar seja positiva exibindo o Lado Bom da Vida muito mais do que a destruição que pode vir a ser ocasionada por causa do Uso de Drogas, aplicando assim direta e indiretamente a ideia de que: Uma matéria positiva sobre a vida sem uso supera os receios de uma matéria negativa onde se prioriza is males, mas não os benefícios de evitar o uso.As propagandas que antigamente diziam: " NÃO USE DROGAS"; "DROGAS EU DIGO NÃO"; "DIGA NÃO AS DROGAS" foram praticamente extintas, mal se diz sobre o assunto. Hoje a propaganda oferta o oposto disso quando compara "Ostentação Social" ao uso do álcool por exemplo: dizendo que uma cerveja esta associada a mulheres lindas e perfeitas, passeios em família com cerveja, até em músicas que fazem uma espécie de lavagem cerebral nas pessoas. Mas, nos últimos centésimos de comercial alertam do possível mal " Se beber não dirija" sem ênfase algum. Fazendo isso a propaganda tem distorcido valores morais e éticos dos quais as "Famílias" em suas casas necessitam ter, praticar, exercer e apreciar uma vida em "Família", em paz, em harmonia e serenidade.O real papel em relação as drogas que a propaganda deve anunciar são os métodos de prevenção ao uso de drogas,  como viver uma vida saudável (sem o uso de drogas), propagar onde se encontra ajuda.Vrr como uma criança enxerga o mundo, suas maravilhas,  suas belezas, suas preciosidades. Deve ser papel da Imprensa e da Propaganda, propagar e imprimir os valores e princípios familiares e as maravilhas de Ser Humano.

Micael Melo
Enviado por Micael Melo em 12/06/2018
Código do texto: T6362799
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Micael Melo
Santo André - São Paulo - Brasil, 26 anos
69 textos (2941 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/06/18 19:08)
Micael Melo