Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sobre à minha obra.

Antes, em Admirável Mundo Funesto:

O portal do inferno se abre. Finalmente os demônios podem perambular pela terra! Não apenas demônios, mas todos os tipos de criaturas moribundas das profundezas. O caos e o desespero tomam conta da capital federal brasileira. Criaturas da noite se libertam de seu cativeiro agora para o mundo real, causando mortes e destruição. Gladiadores, samurais, lutadores, ladrões, piratas, saqueadores... todos os tipos de lacaios desgarrados para o inferno foram reanimados, prontos para espalhar o luto de forma sádica e insana. Não podemos esquecer das bruxas, feiticeiros e necromantes, com seus feitiços para acumular o máximo de energia obscura de todos os cemitérios do planeta. Monstros enormes surgem com tacapes e dragões negros voam pelos céus de Brasília cuspindo bolas de fogo e ácido sobre tudo e todos. Enormes caravelas fantasmas flutuantes e gigantes partem lentamente para o alto do céu, no intuito de ocultar de forma definitiva a luz do sol. Não terás o próximo amanhecer. A vida se extinguirá! Pequenos ímpios vão em busca de crianças e virgens para a oferenda final. Eis que surgem vampiros da idade média, múmias do antigo Egito, bestas do início da criação, objetos reanimados por magia negra, animais vindos diretamente da Floresta do Inferno... uma legião de criaturas do submundo sob a ordem do mais poderoso demônio existente. E és apenas o começo. Existem muitas aberrações do mundo das trevas que ainda vão cruzar o portal. E a terra se encontra completamente desprotegida. Apenas o exército, unificado com as forças armadas, polícia e mais alguns humanos comuns tentam lutar. Sem êxito!!! Será este o nosso fim?

Enquanto isso, no Cemitério dos Guerreiros, Hoover, Zood, Morgan, Valêntulus, Dion e Moonrath tentam encontrar o fêmur do último guerreiro funesto que viveu na terra. O ingrediente que falta para tal ritual (o ritual do lustro negro), último meio para reanimar à alma de Fúnebre para o seu corpo inanimado. É a jogada final: com Fúnebre na batalha, as forças do bem tem uma pequena chance de vencer, já que o egocêntrico artista dos defuntos pode ressuscitar a maioria dos guerreiros mortos (exceto aqueles que foram selados). Mas não será tão fácil assim. Tal osso pode estar enterrado a metrôs abaixo da terra, pode estar em qualquer túmulo, caixão... não existe nem a certeza de encontrá-lo. Mas calma... é o último ingrediente. És uma missão de muita calma e paciência.

Enquanto isso, na Romênia, Nicole, Lince Heresia e Charlim conseguem roubar a bússola dos demônios, claro, depois de um baita combate contra Adremelech e seus subordinados. Mas depois de horas em lutas violentas e sanguinárias e graças ao grande poder de furto e infiltração do pequeno espião brasileiro, nossos guerreiros agora podem tomar caminhos opostos aos dos demônios e de toda aberração das trevas, ou planejar um ataque elaborado e fortificado sobre os mesmo. Custou caro! Charlim perdeu um braço. Nicole ficou cega de um olho e Lince Heresia com sérias lesões expostas. Mas ainda assim, imediatamente eles partem para o Brasil, para ajudar nas batalhas contra a invasão demoníaca.

Mas é isso aí... voltemos à capital federal para vermos o desfecho da invasão. Neste episódio veremos que o poder do amor e da amizade podem sim confrontar o poder maligno, e que o trabalho em equipe é fundamental. Veremos também o aparecimento de um novo guerreiro. Ele é do bem ou é mais um das trevas?! Leiam o que vai acontecer e tentem não borrar nas calças de medo.

#Oautor

Escrevendo o episódio 307, neste momento.
Aristóteles Diego
Enviado por Aristóteles Diego em 02/02/2019
Código do texto: T6565291
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aristóteles Diego
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 30 anos
187 textos (7203 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/02/19 20:30)
Aristóteles Diego