Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Expectativas para o Ano Novo

                        Expectativas para o Ano Novo
                               Jajá de Guaraciaba

              É com muita esperança e otimismo que aguardamos a chegada do Ano Novo. É sabido, entretanto, que nem sempre as coisas ocorrem de acordo com a nossa vontade, mas mesmo assim sempre esperamos o melhor.
              A maior expectativa está voltada às promessas dos governantes no que concerne à diminuição do desemprego, cuja taxa ainda é altíssima. O povo precisa trabalhar, pois, é por meio do salário que se consegue suprir as necessidades básicas do dia a dia; não há como manter um bom nível socioeconômico se não houver uma renda familiar satisfatória.
              A comunidade rural, que produz alimentos e gera muitos empregos espera, neste ano que se aproxima, que os poderes constituídos cumpram melhor o seu papel. Que melhorem as condições das estradas para mais bem escoar os produtos alimentícios e não elevem em demasia as taxas de juros como fora feito nos anos anteriores.
              A polícia tem esperança que o índice de criminalidade diminua ou, pelo menos, não ultrapasse o atual patamar que, aliás, já está muito alto. Se não forem gerados mais empregos neste próximo ano, dificilmente os policiais vão poder desempenhar a contento as suas funções porquanto o aumento do número de delitos será inevitável.
              As escolas acreditam que os pais se compenetrarão de suas responsabilidades e eduquem melhor os seus filhos para minimizar as tarefas dos professores que, de outro modo, não têm obrigação alguma de melhorar o comportamento deles e sim auxiliá-los na aquisição dos conhecimentos essenciais para uma vida mais promissora.
              As igrejas creem que, se houver maior participação dos cristãos no ano vindouro, Deus derramará bênçãos a todos independentemente de raça, posição social, cor ou interesses políticos.
              Esperamos, não somente para o ano que se aproxima mas para todos os outros que virão, que os nossos concidadãos continuem com esse comportamento invejavelmente civilizado: não depredando obras públicas, não jogando lixo em locais inapropriados e não pichando monumentos para que possamos orgulhar-nos da cidade que escolhemos para viver.
              Um Ano Novo repleto de realizações é o que eu desejo do fundo do coração a quem me deu a honra de ler esse texto.





Jajá de Guaraciaba
Enviado por Jajá de Guaraciaba em 28/11/2019
Código do texto: T6805777
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jajá de Guaraciaba
Pilar do Sul - São Paulo - Brasil, 76 anos
731 textos (80054 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/19 00:22)
Jajá de Guaraciaba