Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Invisível aos olhos

Estou de cá pensando, como chegamos no nível de controlar o incontrolável. De ignorar o medo, passar por cima de todos e quaisquer ser para alimentarmos o nosso desejo de dominação.

Criamos cobras em aquários, leões em jaulas, ursos e elefantes confinados em seus cercados. Há quem domestica as temidas serpentes, há quem se ousa a nadar com jacarés. Colocamos crocodilos e hipopótamos em laguinhos para servir de atração aos passantes.

Dominamos os grandes e os rastejantes, somos os homens, os sapientes, os mais evoluídos e espertos. E agora, quando não precisamos temer o urso, a serpente, o leão, os cães e os tigres. Agora, nos confinamos por medo de um Vírus. Um vírus invisível aos olhos, pequena partícula que pode viajar o mundo sem ser percebido e matar assustadoramente um grande número em um piscar de olhos...

A natureza zomba da nossa onipotência fracassada, ri e se contorce de gargalhar da nossa prepotência desafiadora de querer dominar e controlar o incontrolável.
Somos reféns, pois o invisível não pode ser guardado em jaulas, e o que os olhos não vê, o pulmão pode sentir!
Cíntia Flor
Enviado por Cíntia Flor em 25/03/2020
Reeditado em 25/03/2020
Código do texto: T6896665
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Cíntia Flor
São Paulo - São Paulo - Brasil, 34 anos
397 textos (77018 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/04/20 03:00)
Cíntia Flor