Opinião complexa versus simples

Uma opinião complexa é aquela que não é plenamente conclusiva, que tem mais nuances, que considera contradições e raciocínios em desenvolvimento e pende para um meio termo.

Por exemplo, a minha opinião em relação ao aborto.

Eu sou favorável, especialmente para determinadas instâncias, como no caso de gravidez por estupro. Mas eu não sou favorável pela banalização da prática, por ser mais uma medida remediativa do que preventiva e que pode ou tem resultado em situações lamentáveis, como o aborto de fetos em que é detectado a síndrome de down. Eu também compreendo perfeitamente os direitos de autonomia da mulher sobre o seu próprio corpo,porém acredito que isso gera encargos específicos por causa de sua natureza biológica. Por isso que, em relação à gravidez indesejada, prefiro por práticas de prevenção, por ambos os envolvidos, do que pelo aborto. Ainda em relação à eugenia analfabeta de abortar fetos com down, meus pensamentos têm resultado em mais ramificações por interseção, já que também tenho uma opinião mais complexa do que simples em relação à prática de eugenia (e que já busquei aprofundar em outros textos).

Uma opinião simples é mais conclusiva, homogênea, em que há plena concordância ou discordância, de sim ou não.

Por exemplo, minha opinião em relação ao capitalismo, porque o considero um sistema essencialmente problemático, que precisaria passar por uma grande reforma ou, então, ser substituído por um modelo melhor de organização socioeconômica, se se consiste em um sistema que prega e impõe uma espécie de ditadura monetária, em torno da acumulação de dinheiro, em desprezo à todo resto, inclusive à vida. Eu acho que não é uma opinião simplória ou infundada, afinal, a meu ver, ela reflete a essência do capitalismo, a sua verdade mais profunda, aquilo que é sem rodeios semânticos.

Uma opinião complexa tende a ser mais rica em detalhes, nuances, ser melhor trabalhada... Mas não significa que será sempre assim, porque, sem a disciplina de se guiar pela verdade, o que é complexo, é provável que se torne confuso. Por isso que uma opinião simples pode estar mais correta do que uma opinião complexa.

De qualquer maneira, ao adotar uma opinião simples, aumenta-se o risco de acabar endossando preconceitos (crítica ou repulsa irracionalmente excessiva sobre determinado "objeto") ou fanatismos (contemplação ou admiração irracionalmente excessiva). Pois parece que, além da necessidade de se buscar desenvolver a opinião, também há de se ter uma concordância de/sua natureza em relação à do objeto de análise e julgamento, em que, idealmente, uma opinião complexa seja o reflexo da complexidade inerente do tópico pelo qual se baseia e o mesmo no caso de uma opinião simples. Outro fator que pode validar a simplicidade ou a complexidade de uma opinião é a perspectiva do tópico pela qual está fundamentada. Este é o caso do capitalismo que, apesar de apresentar uma natureza complexa, típica de uma construção abstrata (com consequências concretas), é mais simples a partir de sua essência.

Thiago Fávero
Enviado por Thiago Fávero em 12/10/2021
Reeditado em 13/10/2021
Código do texto: T7362275
Classificação de conteúdo: seguro
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.