Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poetaleligislafilosofando

...Quem é o povo?
"O que" é o povo?
      Para tu legislador?
      Será que o povo é teu cativo
      Ou és nosso defensor?...
Por acaso... O povo é gente!?
Será aomenos inteligente
Ou simplesmente eleitor?
      O povo é cidadão
      Ou é bestão
Sem o mínimo de pudor
Sem pudor e sem poder
Sem poder e sem valia?...
      Quem és tu legislador
      Qual a tua simetria
      É ação, omissão ou covardia?
O que mais te parece ser?
Cadê a cidadania,
O bom exemplo cadê?
     Qual é a tua alegria
     Desta função exercer
     Somente status e poder
E as propinas, a mordia
Sem nem se quer atender
Os rogos da maioria
      Bem carente e presunçosa
       Nas ilusões do prazer
      De um dia receber
      Das tuas mãos mentirosas
      E de toda promessaria
      De emprego progresso e lazer
      Pelo menos a moradia...
Me diga uma boa ação
Com relevante prudência
Feita para  a educação
Na tua legislação
O povo precisa ver!
       Não só a maledicência
       Que provém da tirania
       Que faz a gente sofrer.
Ou o povo é mercadoria
Rendidia e vendida a você?
Que muito "caro" comprou!
O poeta aqui entende
Que eleitor que se vende
Recebe mais que o valor
       Seu comprador é caótico
        Você quê compra voto
       É corrupto enganador
É grave este avaliar
Mas na hora de legislar
Tu esqueces quem votou
      Pois se comprou tá comprado
Feito porco, feito gado
      Que se compra pra matar
      Nem pode questionar
      Como se fosse um bagaço!
É isso mesmo, sim senhor
Mas eu sendo legislador
Sofrido como eleitor
Sendo poeta como sou
Um papel desse eu não fasso!

Joaquim Veríssimo Ferreira Filho
Enviado por Joaquim Veríssimo Ferreira Filho em 11/06/2021
Código do texto: T7276114
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Joaquim Veríssimo Ferreira Filho
Mar Vermelho - Alagoas - Brasil, 65 anos
42 textos (537 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/06/21 20:21)
Joaquim Veríssimo Ferreira Filho