Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

 
 
Fui assistir ao documentário "O PROCESSO" ,de Maria Augusta Ramos,cujo tema é o impeachment da presidenta Dilma Roussef e a crise política que afetou o país desde 2013 .O filme ,extremamente bem feito e dentro do possível muito verdadeiro narra os acontecimentos que se anteciparam ao golpe ,com  seriedade e respeito aos fatos.
Passados dois anos desse atentado  criminoso contra a democracia brasileira ,excluindo do poder uma presidenta honesta ,séria e responsável  podemos nos ater melhor aos acontecimentos que começaram quando um criminoso ,hoje preso,Eduardo Cunha,não conseguiu que a Dilma cedesse á sua chantagem para conquistar os votos do PT que ele tanto precisava para não ser defenestrado  da sua posição de presidente da Câmara dos Deputados. O celerado contou com a ajuda de outros  perda dos cargos ou á prisão.
Mas,não vou comentar aqui fatos já conhecidos de todos e quero que os que forem assistir ao filme tenham o mesmo impacto que tive ,e ,talvez ,os mesmos sentimentos.
Uma plateia silenciosa assistia atentamente a tudo. Calada  e me segurando todo o tempo quando a horrenda figura da Janaina Pasqual apareceu com suas lamúrias hipócritas,mais falsa que uma nota de três dólares ,não resisti e disse em voz alta:"Prometo a todos que não vou vomitar".A plateia riu e daí em diante algumas manifestações se sucederam.
Só lamento que filmes como esses, uma parte da nossa história, não chegue ás massas ,pois,deveriam ser exibidos em praças públicas ,entidades,comunidades, sindicatos,escolas,universidades para que o nosso povo tome conhecimento de como se faz política no Brasil.
Uma coisa me deixou feliz: a maioria dos que se manifestaram contra a Presidenta ou estão atrás das grades ,ou em vias de chegar lá.E ela,a ofendida,a humilhada trafega livre como um pássaro em direção ao seu futuro que será,quem sabe, como senadora das Minas Gerais.
Mas,uma outra coisa me deixou indignada.Muitos manifestantes estavam nas ruas de Brasília ,carregando suas bandeiras  e faixas ,gritando palavras de ordem.Porque esse bando não pensou em invadir o Senado,dar na cara desses  senadores e seus asseclas,expulsá-los de lá a ponta pés  e mostrar a eles de quem é a verdadeira força?
Ainda dentro do cinema enquanto descíamos as escadas eu disse:"Não somos uma nação,não temos povo ,somos um bando de zumbis movidos a rivotril, um bando de colonizados e temer-osos!.Desculpem o trocadilho,por favor.
Terminada a exibição  começaram os gritos de "Lula Livre " e "Fora temer",gritos que contaminaram todo o ambiente e foram repetidos na enorme fila que se formou para a próxima sessão.
O Brasil ainda tem jeito? Acho que sim."Apesar do Supremo e de tudo... parodiando o Jucá.
 
Uma coisa garanto a vocês ,eu estarei em Brasília,dia1º  de janeiro de 2019,  para assistir o temer descer a rampa  e cair direto na viatura da PF  rumo  á Papuda de onde não deverá sair jamais.
O Processo
Cine Paseo Itaigara
Sessão das 13.55 hs
De segunda á sábado
 
 
Miriam de Sales Oliveira
Enviado por Miriam de Sales Oliveira em 11/06/2018
Código do texto: T6361414
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Miriam de Sales Oliveira
Salvador - Bahia - Brasil, 75 anos
1144 textos (256135 leituras)
2 e-livros (396 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/18 20:48)
Miriam de Sales Oliveira

Site do Escritor