Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Os sonhos não acabam

O britânico Neil Richard MacKinnon Gaiman, conhecido pelos vorazes leitores de quadrinhos e literatura fantástica como Neil Gaiman, nasceu no Reino Unido em 10 de novembro de 1960. Um renomado escritor e roteirista, tendo em sua bibliografia su-cessos como Deuses Americanos e Belas maldições. Antes de se aventurar na escrita de romances, trabalhou como jornalista freelance e produziu biografias.
Depois de conhecer o roteirista Alan Moore, escreveu roteiros de quadrinhos, publicando com o quadrinista Dave MacKean. Após isso, assinou contrato com a DC Comics e publicou uma minissérie da Orquídea Negra. O primeiro trabalho a alçá-lo a fama na cultura pop foi o seriado Neverwhere, inspiração surgida após jogar um RPG. Depois disso vieram Os livros da magia, aumentando sua fama mundial na 9ª arte.
Mas é unanimidade entre os fãs, Sandman é sua obra-prima. A epopeia de Sonho arrebatou legião de fãs quando foi publicada (1988-1996) em 75 edições. Trouxe uma nova roupagem aos mitos e concepções oníricas. Uma fábula moderna. A série The Sandman foi lançada em outubro de 1988, um marco do selo Vertigo da DC. A série durou até o ano de 1996. Em 2013 foi lançada a série Sandman: Prelúdio, um prequel dos acontecimentos anteriores a série original. Em 2018, no aniversário de 30 anos da série, Neil Gaiman decidiu retomar sua narrativa e continuar as incríveis histórias de Morpheus.
O Sonhar é uma graphic novel que reúne o Universo de Sandman vol.1 e O So-nhar volumes 1 a 6. O primeiro capítulo é apenas um preâmbulo para as novas seriali-zações, a saber: Os livros da magia, de Kat Howard; Casa dos Sussurros, de Nalo Hopkinson e Lúcifer, de Dan Watters. Já O Sonhar terá desenho da brasileira Bilquis Evely e roteiro de Simon Spurrier. Capas de Jae Lee e June Chung.
A primeira coisa que você precisa saber sobre essa série de Sandman, se você, assim como eu, não leu nada da série, não comece por O Sonhar. Adquira uma das edi-ções definitivas que estão sendo lançadas pela Panini, ou até mesmo Sandman: Prelúdio, que aqui no Brasil foi lançado como uma trilogia. Cômodo para ler e para comprar. Além disso, é uma fantasia adulta, história e narrativa mais complexa e rebuscada.
No primeiro capítulo d’O Sonhar, vemos um pequeno prólogo com histórias interconectadas. Mostrando uma palhinha de tudo que poderemos encontrar nas novas séries do universo de Sandman. Cada uma delas trará novas abordagens aos persona-gens, explorar cenários ainda desconhecidos, trazer nostalgia aos leitores e fazer com que novos desbravadores sejam levados a um mundo de sonhos e pesadelos.
Daniel, o atual rei do Sonhar, evade de seu reino. Ao mesmo tempo que há um vazio de poder no reino do perpétuo, um casulo em forma de cubo surge em frente ao castelo. Rachaduras surgem ferindo a realidade. Seres feitos de matéria onírica saem das fendas. Lucien, o bibliotecário do Sonhar parece estar perdendo a razão. Uma nova for-ça parece estar nascendo naquele mundo.
Quem conduz a trama com seus dilemas e personalidade forte é Dora. Serei sin-cero, para quem esperava ver uma história com Morpheus ou outros perpétuos como a nossa querida Morte, ou a divertida Delírio, foi um banho de água fria. Acho que a tra-ma é grande demais para ela. Seu passado e sua relação com Sandman é carregada nas tintas do mistério, porém, insuficiente para mobilizar toda uma saga.
Quem rouba a cena mesmo é o zelador do Sonhar, Merv Cabeça de Abóbora. O personagem é tão legal que já protagonizou um quadrinho chamado Merv Punkhead – Agente do Sonhar. Sou suspeito pra falar dele, eu gosto muito desse personagem. Mas ele serve muito bem de antagonista para a Dora, bem como trazer uma perspectiva de apego ao Sonhar. Ele é o mais desesperado em encontrar uma solução.
O Juiz Cadafalso é a suposta solução de Merv. Mas o tiro saiu pela culatra, per-doem-me o trocadilho. Lucien se mostra como um dos agentes passivos do Sonhar. O medo que o reino entre em declínio devido a ausência de seu mestre é palpável. Caim e Abel, como sempre, servem não apenas como alívio cômico ácido, terão novos papéis a desempenhar. Estou muito curioso para saber quais serão os rumos do Sonhar.


Para adquirir acesse aqui:
https://www.amazon.com.br/Universo-Sandman-Sonhar-1/dp/8542621468
Caliel Alves
Enviado por Caliel Alves em 30/10/2019
Código do texto: T6782974
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caliel Alves
Araças - Bahia - Brasil
102 textos (6635 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/11/19 20:39)
Caliel Alves