Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SIMPLESMENTE...CRIANÇAS.


Olhos abertos não podem enxergar,

as tristezas que permeiam nossa rua,
brincando esperam a morte chegar,
pelas sarjetas, há criança seminua.
 
Enquanto vemos tanta falcatrua,

elas não têm histórias pra contar.
Olhos abertos não podem enxergar,
as tristezas que permeiam nossa rua.
 
É sofrimento sentido sem falar,

tanta fome, frio, doença sob a lua
e passamos desviando nosso olhar,
para não vermos a realidade nua e crua.
Olhos abertos não podem enxergar.
 
Versos de Fernanda Xerez. Obrigada, amiga.

E.os pequeninos perdidos na rua
L.evam uma vida sem esperança
E.nem conhecem o sol e a lua
N.a sua infeliz infância.

N.a infância perdida
U.m sorriso não há de  se ver
N.a primavera da vida
E.les começam a morrer
S.em chance de sobreviver ...

                         
Fernanda Xerez

                            

Elen Nunes
Enviado por Elen Nunes em 12/10/2010
Reeditado em 17/10/2010
Código do texto: T2551591

Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Elen Nunes
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 71 anos
511 textos (34441 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/19 03:43)
Elen Nunes