Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Singelo Olhar
 
“Quando a noite qual lençol insano
Te cobrir, ó linda Terra, mãe gentil...”
No teu seio a brisa fresca qual abano
Revigora o solo ardente, tão febril
 
Sobre ti como dois olhos azul-anil
Te vigia o céu singelo qual arcano
Quando a noite qual lençol insano
Te cobrir, ó linda Terra, mãe gentil...
 
Vem a lua pratear-te qual um pano
Como um véu tão finíssimo e sutil
E nesta hora quem te ver, qual humano?
Que te olha com respeito varonil.
Quando a noite qual lençol insano.
Edith Lobato
Enviado por Edith Lobato em 09/03/2007
Reeditado em 30/06/2015
Código do texto: T406727
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Edith Lobato
Itaituba - Pará - Brasil
192 textos (73442 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 01/10/20 02:07)
Edith Lobato