Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Com a mão na cumbuca

Flagrei-te com a mão na cumbuca
Pobre de ti, ó mísero mortal
Quem sabe encontres a peruca
Que nela escondeste tão mal.

Não penses em bola de cristal
Nem tampouco que estou maluca
Flagrei-te com a mão na cumbuca
Pobre de ti, ó mísero mortal

Tua idéia é de fato mixuruca
Te vou dar uma chance legal
A experiência é o que nos educa.
Certamente terás um bom final
Flagrei-te com a mão na cumbuca.

Rondel composto para o mote "Flagrei-te com a mão na cumbuca" na oficina de Rondel na CPP - Casa dos Poetas e da Poesia.
Alberto Valença Lima
Enviado por Alberto Valença Lima em 15/06/2018
Código do texto: T6365247
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Alberto Valença Lima
Recife - Pernambuco - Brasil, 68 anos
1308 textos (169968 leituras)
7 áudios (1081 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/19 03:04)
Alberto Valença Lima

Site do Escritor