Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UM CORPO QUE CAI

Sou o labirinto que esconde segredos num grito em flauta;
Nadando sobre novelos de lãs na disparada dos voos...
Como as cachoeiras de lágrimas a desaguarem  no rio;
Transformando-me em profano o que sempre te viu.

Sou o transbordar das palavras sãs em mente;
Movidas por um turbilhão de fontes d'águas;
Que baila em metáfora o fosforecer d'alma;
Dos dias que calo-me em ventes que me cobre.

Digo-me em luz pelo clarão do sol em chama.
Que ardente seca a terra em dor em frases...
Movendo meu corpo nu em flauta doce;
Tocando como os desbravadores em bordado
Como o colorido dos  pássaros que traz-me a lua.
Sérgio Gaiafi
Enviado por Sérgio Gaiafi em 04/02/2020
Reeditado em 04/02/2020
Código do texto: T6857977
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Sérgio Gaiafi
Campina Grande - Paraíba - Brasil, 53 anos
1235 textos (8368 leituras)
11 e-livros (181 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/02/20 23:31)
Sérgio Gaiafi