LUA

O clarão da lua esconde as estrelas,

Chega soberana, suave e brilhante.

As estrelas e a lua, tão bom vê-las!

A lua e sua aura terna e fascinante.

Sendo cósmica, cíclica e constante,

A luz, nem a escuridão, pode detê-la.

O clarão da lua esconde as estrelas,

Chega soberana, suave e brilhante.

Poética lua, quisera eu descreve-la,

Com inspirações líricas e fulgurantes.

Sua aura mística, na poesia, retê-la,

Assim como és bela e radiante,

O clarão da lua esconde as estrelas.

Poesia elaborada para a Oficina poética da CPP

Desafios estilos diversos

REGISTRO AQUI AS INTERAÇÕES DOS POETAS, AOS QUAIS AGRADEÇO

MARCUS RIOS

O clarão da lua

Faz brilhar ainda mais

Este teu lindo sorriso

Que nos deixa de orgulho

Por termos uma poetisa

Tão dedicada e amigo

Como você minha bruxinha das letras.

JACÓ FILHO

EFEITOS DO LUAR

A lua rasga as cortinas,

Pra nos deixar ver a luz.

Sempre que dia se inclina,

A refletir nos induz,

Sobre cosmos e esquinas,

E tudo que nos traduz.

A lua rasga as cortinas,

Pra nos deixar ver a luz,

Que de Deus nos aproxima,

Mesmo pregados na cruz,

Que a tantos, desanima.

E com brilho que seduz,

A lua rasga as cortinas.

https://palavrasnotasevivencias.blogspot.com

https://casadospoetasedapoesia.ning.com/

Lilian Vargas
Enviado por Lilian Vargas em 07/10/2021
Reeditado em 09/10/2021
Código do texto: T7358302
Classificação de conteúdo: seguro